Chichá-fedorento

Sterculia foetida


Nome científico: Sterculia foetida L.
Família: Sterculiaceae
Nomes populares: Chichá-fedorento, oliva-de-java, castanha-da-Índia.
Origem: Índia e Malásia.
Altura média: 20m

Sterculia foetida


Características morfológicas: As folhas caem na estação fria. As flores são unissexuais, avermelhadas, que exalam odor desagradável. Os frutos são lenhosos, avermelhados quando imaturos e marrom quando maduros, com 10-15 sementes. As sementes são elipsoide, 2cm de comprimento.
Cultivo: Por sementes, a muda cresce rapidamente
Período de florescimento e frutificação: No Rio de Janeiro floresce no mês de agosto e os frutos são encontrados o ano inteiro na árvore, sendo as sementes dispersadas aos poucos.

Utilidades econômicas: As sementes torradas são apreciadas como castanhas e apresentam grande quantidade de óleo.
Propriedades medicinais: É diurética, repelente de insetos, antifebril, depurativa, antiparasítica, anti-inflamatório, antifúngico, antibiótico, antiviral.
Características interessantes: O mau cheiro das flores desta espécie deu origem ao epíteto genérico Sterculia, dedicado a Stercus, deus pagão das imundices, bem como o epíteto específico foetida.
No Horto: Existem 6 indivíduos. Os frutos estavam presentes em todo o período de observação, mas as flores só surgiram em agosto.


EXEMPLAR PLANTADO NO CÓRREGO:
Foto em 19/10/2019

Chichá-fedorento (Sterculia foetida)


Fonte: http://museunacional.ufrj.br/hortobotanico/arvoresearbustos/sterculiafoetida.html