Leitura 2020-1

Print Friendly, PDF & Email

Conservação da Fauna Aquática 2020-1

SUGESTÕES DE LEITURAS COMPLEMENTARES

  1. Abell et al. 2008. Freshwater Ecoregions of the World: A New Map of Biogeographic Units for Freshwater Biodiversity Conservation. BioScience 58(5): 403-414.(pdf)
  2. Buckup, P.A. 1998. Biodiversidade dos Peixes da Mata Atlântica. In: Base de Dados Tropical (ed.). Biodiversity Patterns of South and Southeast Atlantic Rain Forest. (pdf).
  3. Campanili, M & M. Prochnowpp (orgs.). 2006. Mata Atlântica. Uma rede pela floresta. Rede de ONGs da Mata Atlântica. RMA, Brasília, p.198–234 (pdf).
  4. Castro, R.M.C. 1999. Evolução da ictiofauna de riachos sul-americanos: padrões gerais e possíveis processos causais. In: Ecologia de peixes de riachos: Estado Atual e Perspectivas. (E.P. Caramaschi, R. Mazzoni, C.R.S.F. Bizerril & P.R. Peres-Neto, eds.). Oecologia Brasiliensis, vol. VII, Rio de Janeiro, p. 139-155 (pdf).
  5. Cetra, M., L.M. Sarmento-Soares & R. F. Martins-Pinheiro. 2010. Peixes de riachos e novas Unidades de Conservação no sul da Bahia. Pan-American Journal of Aquatic Sciences, 5(1): 11-21 (pdf).
  6. Costa, W.J.E.M. 2009. Peixes aploqueilódeos da Mata Atlântica brasileira: história, diversidade e conservação. Museu Nacional, Série Livros, Rio de Janeiro. 172pp.
  7. Hernández, H.M., A.N. García Aldrete, F. Alvarez & M. Ulloa. 2001. Enfoques contemporâneos para el estúdio de la biodiversidad. México: Ediciones Científicas Universitárias.
  8. Magurran, A. E. 2004. Measuring biological diversity. Oxford: Blackwell Publishing.
  9. Sarmento-Soares, L. M. & Martins-Pinheiro, R. F. 2017. Unidades de Conservação e a água: a situação das áreas protegidas de Mata Atlântica do norte do Espírito Santo – sudeste do Brasil. Biodiversidade Brasileira, 7(1): 69-87, 2017. (pdf)
  10. Sarmento-Soares, L.M. Mazzoni, R. & Martins-Pinheiro, R.F. 2009. A fauna de peixes nas bacias litorâneas da Costa do Descobrimento, extremo sul da Bahia, Brasil. Sitientibus Série Ciências Biologicas 9(2/3):139-157 (pdf).
  11. Zanella, F.C.V. 2011. Evolução da Biota da Diagonal de Formações Abertas Secas da América do Sul. In: Carvalho, C.J.B. & E.A.B. Almeida (Orgs.). Biogeografia da América do Sul. Padrões e Processos.(pdf)