Aula 2011

Print Friendly, PDF & Email
Biogeografia e Conservação de Fauna Aquática 2011-2
PROGRAMAÇÃO DAS AULAS

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS- CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E NATURAIS
UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO
DISCIPLINA: Biogeografia e conservação da fauna aquática.
PBAN 9526 Tópicos Especiais em Biologia Animal I
RESPONSÁVEL: Luisa Maria Sarmento Soares

AVALIAÇÃO:

    A avaliação do desempenho dos alunos será feita através dos seguintes instrumentos:

  • Participação na resolução dos exercícios em biogeografia.
  • Relatórios das aulas práticas e estudos de caso.
  • Redação e apresentação de seminário a partir de textos selecionados temáticos em biogeografia.

CRONOGRAMA DE EXECUAÇÃO DA DISCIPLINA

1º. Dia – 15/8 – Aulas 1, 2 e 3
Regiões zoogeograficas – exemplos da fauna aquática – Região Neotropical e formação das bacias continentais na América Sul (aula 1 – manhã)
Orogenia andina (aula 2 – manhã)
Distribuição dos seminários (manhã)
Bacia do Rio Amazonas (aula 3 – tarde)
Prática: ictiofauna amazônica e Guianas – Linhagens derivadas marinhas (LDM)- Charcharinidae (Charcharinus leucas), Batrachoididae, Tetraodontidae (tarde).

Leituras complementares:

2011 Albert et al. Aquatic Biodiversity in the Amazon: Habitat Specialization and Geographic Isolation Promote Species Richness. Animals 1: 205-241.

2003 Schnack & López. Biodiversidad, iniciativa taxonómica global y elaboración de inventarios sistemáticos. Probiota, La Plata.

2º. Dia– 16/8 – Aulas 4, 5 e 6
Bacia do Madalena (aula 4 – manhã)
Bacia do Orenoco (aula 5 – manhã)
Bacia do Pantanal (aula 6 – manhã)
Prática: ictiofauna Pantanal – bacia Paraná – Linhagens derivadas marinhas (LDM)- Potamotrygonidae, Belonidae, Hemirhamphidae (tarde).

Leituras complementares:

2011 Lima & Caires. Peixes da Estação Ecológica Serra Geral do Tocantins, bacias dos Rios Tocantins e São Francisco, com observações sobre as implicações biogeográficas das “águas emendadas” dos Rios Sapão e Galheiros. Biota Neotropica 11(1).

3º. Dia – 17/8 – Aulas 7 e 8
Bacia do Tocantins- Araguaia (aula 7 – manhã)
Bacia do São Francisco (aula 8 – manhã)
Prática: ictiofauna Tocantins-Araguaia -Linhagens derivadas marinhas (LDM)- Clupeidae, Pristigasteridae, Engraulidae, Belonidae. (tarde).

Leituras complementares:

1999. Bizerril. A Ictiofauna da Bacia do Rio Paraíba do Sul. Biodiversidade e Padrões Biogeográficos.Rosa & Groth. Ictiofauna dos ecossistemas de brejos de altitude de Pernambuco e Paraíba

Rosa et al. Diversidade, padrões de distribuição e conservação dos peixes da caatinga

4º. Dia– 18/8 – Aulas 9 e 10
Abertura do Atlântico Sul e Bacias do Atlântico nordeste e Parnaíba (aula 9 – manhã)
Bacia do Atlântico Leste (aula 10 – manhã)
Prática: ictiofauna Atlântico Nordeste, Parnaíba, São Francisco e Atlântico leste – Linhagens derivadas marinhas (LDM)- Sciaenidae, Pleuronectiformes.(tarde).

Leituras complementares:

2007 Kavalco & Pazza. Aspectos biogeográficos de componentes da ictiofauna da América Central. Conscientiae Saúde.

5º. Dia– 19/8 – Aulas 11, 12 e 13
Bacia do Atlântico Sudeste (aula 11 – manhã)
Bacia do Atlântico Sul e Uruguai(aula 12 – manhã)
Bacias austrais (aula 13 – manhã)
Prática: ictiofauna Atlântico Sudeste e Sul Linhagens derivadas marinhas (LDM)- Gobiidae, Syngnathidae.(tarde).
Seminários (tarde).

6º. Dia– 20/8 – Seminários