Mote

Print Friendly, PDF & Email

Mote (Gregório de Matos)

De dous ff se compõe
esta cidade a meu ver
um furtar, outro foder.

Recopilou-se o direito,
e quem o recopilou
com dous ff o explicou
por estar feito, e bem feito:
por bem Digesto, e Colheito
só com dous ff o expõe,
e assim quem os olhos põe
no trato, que aqui se encerra,
há de dizer, que esta terra
De dous ff se compõe.

Se de dous ff composta
está a nossa Bahia,
errada a ortografia
a grande dano está posta:
eu quero fazer aposta,
e quero um tostão perder,
que isso a há de preverter,
se o furtar e o foder bem
não são os ff que tem
Esta cidade a meu ver.

Provo a conjetura já
prontamente como um brinco;
Bahia tem letras cinco
que são B-A-H-I-A:
logo ninguém me dirá
que dous ff chega a ter,
pois nenhum contém sequer,
salvo se em boa verdade
são os ff da cidade
um furtar, outro foder.

Publicações relacionadas

É Ela! É Ela! É Ela! É Ela!... É Ela! É Ela! É Ela! É Ela! (Álvares de Azevedo) É ela! É ela! — murmurei tre...
Pé Dentro, Pé Fora Pé Dentro, Pé Fora (Mário de Andrade) ...
Dança do ventre Dança do ventre (Cruz e Souza) Torva, febril, torcicolosamente, N...
O conselheiro na crônica do br... O conselheiro na crônica do bruxo(Machado de Assis) ...

Deixe uma resposta