Vladmir Maiakowski

Vladmir Maiakowski (1893-1930)
Vladmir MaiakowskiEscritor soviético, Vladmir Maiacowski nasceu em 7 de julho de 1893. Figura mais importante da literatura produzida após a Revolução de 1917.

Líder, no seu país, do movimento futurista, influenciado por Marinetti e pelas experiências dadaístas, tornou-se o grande poeta revolucionário da U.R.S.S. Cantou o poder da coletividade, satirizou inimigos da Revolução e defendeu a nova ordem, adotando um tipo de poesia-propaganda, muito sua, numa linha de intenção como de despoetizar a poesia, graças ao uso de imagens grotescas, associações e situações inesperadas. Na essência, porém, Maiakovski, pela sua fina sensibilidade poética, era um temperamento individualista, sonhando com a felicidade pessoal e amorosa. Inimigo de qualquer forma de coerção, não podia deixar de entrar em choque com a prepotência do Estado. Sua lealdade ao regime, todavia, deve ter criado um grave conflito íntimo, que levou ao suicídio em 14 de abril de 1930.

Poemas de Vladmir Maiakowski: A blusa amarela

Publicações relacionadas

A Ilha de Cipango A Ilha de Cipango (Augusto dos Anjos) Estou sozinho! A estrada se desdobra C...
A Obsessão do Sangue A Obsessão do Sangue (Augusto dos Anjos) Acordou, vendo sangue... — Horrível!...
Caminho da Glória Caminho da Glória (Cruz e Souza) Este caminho é cor de rosa e é de ouro, Est...
Grandeza Oculta Grandeza Oculta (Cruz e Souza) Estes vão para as guerras inclementes, Os abs...

Deixe uma resposta