Vladmir_Maiakowski

O que aconteceu

Print Friendly, PDF & Email

O que aconteceu (Vladmir Maiakowski)

Tradução de E. Carrera Guerra

Mais do que é permitido,
mais do que é preciso,
como um delírio de poeta
sobrecarregando o sonho:
a pelota do coração tornou-se enorme,
enorme o amor,
enorme o ódio.
Sob o fardo,
as pernas vão vacilantes.
tu o sabes,
sou bem fornido,
entretanto me arrasto,
apêndice do coração,
vergando as espáduas gigantes.
Encho-me dum leite de versos
e, sem poder transbordar,
encho-me mais e mais.

Publicações relacionadas

Confidência do Itabirano Confidência do Itabirano (Carlos Drummond de Andrade) Alguns anos vivi em Ita...
Soledades V Soledades V (Antonio Machado) Mediaba el mes de julio. Era un hermoso día. ...
Brasil Brasil (Oswald de Andrade) O Zé Pereira chegou de caravela E perg...
Alguém Alguém (Jorge Luis Borges) Tradução Um homem trabalhado pelo tempo, um ho...

Deixe uma resposta