Gonçalves Dias

Gonçalves Dias (1823-1864)
Nascido no Maranhão, filho de pai português e mãe provavelmete cafusa, Gonçalves Dias se orgulhava de ter no sangue as três raças formadoras do povo brasileiro: a branca, a índia e a negra. Após a morte do pai, sua madrasta mandou-o para a Uniiversidade em Coimbra, onde ingressou em 1840. Atravessando graves problemas financeiros, Gonçalves Dias é sustentado por amigos até se graduar bacharel em 1844. Retornando ao Brasil, conhece Ana Amélia Ferreira do Vale, grande amor de sua vida.

Em 1847, publica os Primeiros Cantos. Esse livro lhe trouxe a fama e a admiração de Alexandre Herculano e do Imperador Dom Pedro II, que, a partir de então, o nomeia para diversos cargos públicos. Em 1851, pede a mão de Ana Amélia em casamento. Recusado pela família da amada, casa-se, no ao seguinte, com Olímpia da Costa. Em 1862, seriamente adoentado, vai se tratar na Europa. Já em estado deplorável, em 1864 embarca no navio Ville de Boulogne para retornar ao Brasil. O navio naufraga na costa maranhense no dia 3 de novembro de 1864. Salvam-se todos a bordo, menos o poeta, que, já moribundo, é esquecido em seu leito.

Publicações relacionadas

Adolfo Casais Monteiro Adolfo Casais Monteiro (1908-1972) Nasceu, no Porto, em 4 de julho de 1908 e ...
A Esperança A Esperança (Augusto dos Anjos) A Esperança não murcha, ela não cansa, També...
David Lawrence David Lawrence (1885-1930) Escritor inglês, David Hebert Lawrence nasceu em E...
Anseio Anseio (Augusto dos Anjos) Quem sou eu, neste ergástulo das vidas Danadament...

Deixe uma resposta