Vladmir_Maiakowski

Dedução

Print Friendly, PDF & Email

Dedução (Vladmir Maiakowski)

Tradução de E. Carrera Guerra

Não acabarão nunca com o amor,
nem as rusgas,
nem a distância.
Está provado,
pensado,
verificado.
Aqui levanto solene
minha estrofe de mil dedos
e faço o juramento:
Amo
firme,
fiel
e verdadeiramente.

Publicações relacionadas

Estâncias para Música Estâncias para Música (George Gordon Byron) Alegria não há que o mundo dê, co...
O Laço de Fita O Laço de Fita (Castro Alves) Não sabes crianças? 'Stou louco de amores... ...
Outros Outros (Oscar Wilde) "uma coisa não se torna necessariamente verdadeira por a...
Como árvores Como árvores (Mario Benedetti) Do livro "Inve...

Deixe uma resposta