Vladmir_Maiakowski

Dedução

Print Friendly, PDF & Email

Dedução (Vladmir Maiakowski)

Tradução de E. Carrera Guerra

Não acabarão nunca com o amor,
nem as rusgas,
nem a distância.
Está provado,
pensado,
verificado.
Aqui levanto solene
minha estrofe de mil dedos
e faço o juramento:
Amo
firme,
fiel
e verdadeiramente.

Publicações relacionadas

Quem me Dera Quem me Dera (Alberto Caeiro) De O ...
A volta da mulher morena A volta da mulher morena (Vinicius de Moraes Meus amigos, meus irmãos, cegai ...
Opiniones Opiniones (Juan Gelman) Do livro "Gotán" Un ...
Lisbon revisited (1926) Lisbon revisited (1926) (Álvaro de Campos) Nada me prende a nada. Quero cin...

Deixe uma resposta