Vladmir_Maiakowski

Dedução

Print Friendly, PDF & Email

Dedução (Vladmir Maiakowski)

Tradução de E. Carrera Guerra

Não acabarão nunca com o amor,
nem as rusgas,
nem a distância.
Está provado,
pensado,
verificado.
Aqui levanto solene
minha estrofe de mil dedos
e faço o juramento:
Amo
firme,
fiel
e verdadeiramente.

Publicações relacionadas

A Um Epilético A Um Epilético (Augusto dos Anjos) Perguntarás quem sou?! — ao suor que te un...
Desencontrários Desencontrários (Paulo Leminski) Mandei a palavra rimar. Ela não me obedeceu...
Canto do Meu Canto Canto do Meu Canto (Thiago de Mello) Escrevi no chão do outrora e agora me ...
Balada feroz Balada feroz (Vinicius de Moraes Canta uma esperança desatinada para que enfu...

Deixe uma resposta