Vladmir_Maiakowski

Tu

Print Friendly, PDF & Email

Tu (Vladmir Maiakowski)

Tradução de E. Carrera Guerra

Entraste.
A sério, olhaste
a estatura
o bramido
e simplesmente adivinhaste:
uma criança.
Tomaste, arrancaste-me o coração
e simplesmente foste com ele jogar
como uma menina com sua bola.
E todas,
como se vissem um milagre,
senhoras e senhoritas exclamaram:
– A esse amá-lo?
Se se atira em cima,
derruba a gente!
Ela, com certeza, é domadora!
Por certo, saiu duma jaula!
E eu de júbilo
esqueci o jugo.
Louco de alegria
saltava
como em casamento de índio,
tão leve,
tão bem me sentia

Publicações relacionadas

Ariana Ariana (Augusto dos Anjos) Ela é o tipo perfeito da ariana, Branca, nevada, ...
É muito claro É muito claro (Ana Cristina Cesar) é muito claro amor bateu para ficar ...
O fazedor de amanhecer O fazedor de amanhecer (Manoel de Barros) Sou leso em tratagens com máquina. ...
As horas pela alameda As horas pela alameda (Fernando Pessoa) As horas pela alameda Arrastam ve...

Deixe uma resposta