Das utopias

Print Friendly, PDF & Email

Das utopias (Mário Quintana)

Se as coisas são inatingíveis… ora!
não é motivo para não quere-las…
Que tristes os caminhos, se não fora
a magica presença das estrelas!

Publicações relacionadas

Poemas breves Poemas breves (Mário Quintana) O luar O luar, é a luz do Sol que está son...
Musica misteriosa… Musica misteriosa... (Augusto dos Anjos) Tenda de Estrelas níveas, reful...
Meninos carvoeiros Meninos carvoeiros (Manuel Bandeira) Os meninos carvoeiros Passam a caminho ...
Monólogo de uma Sombra Monólogo de uma Sombra (Augusto dos Anjos) Sou uma Sombra! Venho de outras er...

Deixe uma resposta