Vladmir_Maiakowski

Impossível

Print Friendly, PDF & Email

Impossível (Vladmir Maiakowski)

Tradução de E. Carrera Guerra

Sozinho não posso
carregar um piano
e menos ainda um cofre-forte.
Como poderia então
retomar de ti meu coração
e carregá-lo de volta?
Os banqueiros dizem com razão:
“Quando nos faltam bolsos,
nós que somos muitíssimos ricos,
guardamos o dinheiro no banco”.
Em ti
depositei meu amor,
tesouro encerrado em caixa de ferro,
e ando por aí
como um Creso contente
É natural, pois,
quando me dá vontade
que eu retire um sorriso,
a metade de um sorriso
ou menos até
e indo com as donas
eu gaste depois da meia-noite
uns quantos rublos de lirismo à toa.

Publicações relacionadas

O meu Olhar O meu Olhar 2 (Alberto Caeiro) De O...
Que falta nesta cidade? Verdad... Que falta nesta cidade? Verdade (Gregório de Matos) Que falta nesta cidade?....
Moça linda bem tratada Moça linda bem tratada (Mário de Andrade) Moça linda bem tratada, Três sécul...
Mãe Mãe (Cora Coralina) Renovadora e reveladora do mundo A humanidade se renova...

Deixe uma resposta