Sobre a violência

Print Friendly, PDF & Email

Sobre a violência (Bertold Brecht)

A corrente impetuosa é chamada de violenta
Mas o leito do rio que a contem
Ninguem chama de violento.
A tempestade que faz dobrar as betulas
E tida como violenta
E a tempestade que faz dobrar
Os dorsos dos operários na rua?

Publicações relacionadas

Romance de la guardia civil es... Romance de la guardia civil española (Federico Garcia Lorca) ...
Quase Quase (Mário de Sá Carneiro) Um pouco mais de sol - eu era brasa, Um pouco m...
Noiva da agonia Noiva da agonia (Cruz e Souza) Trêmula e só, de um túmulo surgindo, ...
O poeta pede a seu amor que lh... O poeta pede a seu amor que lhe escreva (Federico Garcia Lorca) Amor de ...

Deixe uma resposta