Caminho da Glória

Cruz e SouzaCaminho da Glória (Cruz e Souza)

Este caminho é cor de rosa e é de ouro,
Estranhos roseirais nele florescem,
Folhas augustas, nobres reverdecem
De acanto, mirto e sempiterno louro.

Neste caminho encontra-se o tesouro
Pelo qual tantas almas estremecem;
É por aqui que tantas almas descem
Ao divino e fremente sorvedouro.

É por aqui que passam meditando,
Que cruzam, descem, trêmulos, sonhando,
Neste celeste, límpido caminho.

Os seres virginais que vêm da Terra,
Ensangüentados da tremenda guerra,
Embebedados do sinistro vinho.

.

Publicações relacionadas

Grandeza Oculta Grandeza Oculta (Cruz e Souza) Estes vão para as guerras inclementes, Os abs...
Antífona Antífona (Cruz e Souza) Ó Formas alvas, brancas, Formas claras De luares, de...
Imortal atitude Imortal atitude (Cruz e Souza) Abre os olhos à Vida e fica mudo! Oh! Basta c...
De alma em alma De alma em alma (Cruz e Souza) Tu andas de alma em alma errando, errando, co...

Deixe uma resposta