No segundo ano de minha fuga

Print Friendly, PDF & Email

No segundo ano de minha fuga (Bertold Brecht)

No segundo ano de minha fuga
Li em um jornal, em língua estrangeira
Que eu havia perdido minha cidadania.
Não fiquei triste nem alegre
Ao ver meu nome entre muitos outros
Bons e maus.
A sina dos que fugiam não me pareceu pior
Do que a sina dos que ficavam.

Publicações relacionadas

Cultura Cultura (Arnaldo Antunes) O girino é o peixinho do sapo. O silêncio é o come...
He andado muchos caminos He andado muchos caminos (Antonio Machado) He andado muchos caminos he abier...
Em sonhos… Em sonhos... (Cruz e Souza) Nos Santos óleos do luar, floria Teu ...
O grande Momento O grande Momento (Cruz e Souza) Inicia-te, enfim, Alma imprevista, Entra no ...

Deixe uma resposta