Feito Adão de manhã cedo

Print Friendly, PDF & Email

Feito Adão de manhã cedo (Walt Whitman)

Feito Adão de manhã cedo
deixando o seu abrigo a caminhar
refeito pelo sono
– olhem por onde eu passo,
escutem minha voz, cheguem mais perto,
toquem em mim, encostem
as palmas de suas mãos em meu corpo
quando eu passar:
não precisam ter medo do meu corpo.

Publicações relacionadas

Assim, sem nada feito e o por ... Assim, sem nada feito e o por fazer (Fernando Pessoa) Assim, sem nada feito e...
Cantiga de Malazarte Cantiga de Malazarte (Murilo Mendes) Eu sou o olhar que penetra nas camadas d...
O poema do frade O poema do frade (Álvares de Azevedo) Fragmentos interligados Meu herói é ...
Das coisas Das coisas (Paulo Leminski) que eu fiz a metro todos saberão quantos quilôm...

Deixe uma resposta