Noite de São João

Print Friendly, PDF & Email

Noite de São João (Alberto Caeiro)

Noite de S. João para além do muro do meu quintal.
Do lado de cá, eu sem noite de S. João.
Porque há S. João onde o festejam.
Para mim há uma sombra de luz de fogueiras na noite,
Um ruído de gargalhadas, os baques dos saltos.
E um grito casual de quem não sabe que eu existo.

Publicações relacionadas

O Utopista O Utopista (Murilo Mendes) Ele acredita que o chão é duro Que todos os homen...
Na rua em funeral ei-la que pa... Na rua em funeral ei-la que passa (Augusto dos Anjos) Soneto (Le...
Serpentes de cabelos Serpentes de cabelos (Augusto dos Anjos) A tua trança negra e desmanchad...
Tabacaria Tabacaria (Álvaro de Campos) Não sou nada. Nunca serei nada. Não posso qu...

Deixe uma resposta