Canção do pintor Hitler

Print Friendly, PDF & Email

Canção do pintor Hitler (Bertold Brecht)

1

Hitler, o pintor de paredes
Disse: Caros amigos, deixem eu dar uma mao!
E com um balde de tinta fresca
Pintou como nova a casa alemã.

2

Hitler, o pintor de paredes
Disse: Fica pronta num instante!
E os buracos, as falhas e as fendas
Ele simplesmente tapou
A merda inteira tapou.

3

Oh Hitler pintor
Por que nao tentou ser pedreiro?
Quando a chuva molha sua tinta
Toda a imundicie vem abaixo
Sua casa de merda vem abaixo

4

Hitler, o pintor de paredes
Nada estudou senão pintura
E quando lhe deixaram dar uma mao
Tudo o que fez foi um malogro
E a Alemanha inteira ele logrou.

Publicações relacionadas

Agregado infeliz de sangue e c... Agregado infeliz de sangue e cal... (Augusto dos Anjos) Consulto o Phtah-Hote...
Chove. É dia de Natal Chove. É dia de Natal (Fernando Pessoa) Chove. É dia de Natal. Lá para o No...
Nada me demove Nada me demove (Paulo Leminski) nada me demove ainda vou ser o pai dos ...
Sinto Sinto (Federico Garcia Lorca) (1921)...

Deixe uma resposta