A privada

Print Friendly, PDF & Email

A privada (Bertold Brecht)

É um lugar onde nos sentimos bem
Tendo acima as estrelas, abaixo os excrementos
Um lugar simplesmente maravilhoso onde
Mesmo na noite de casamento é possível estar só.
Um lugar de humildade onde você descobre com clareza
Que não passa de um homem que nada pode conservar.
Um lugar de sabedoria onde você pode preparar
A barriga para prazeres novos.

Publicações relacionadas

Súplica Súplica (Florbela Espanca) Olha pra mim, amor, olha pra mim; Meus olhos anda...
Vandalismo Vandalismo (Augusto dos Anjos) Meu coração tem catedrais imensas, Templos de...
A Espantosa Realidade das Cous... A Espantosa Realidade das Cousas (Alberto Caeiro) A espantosa realidade...
Há poesia Há poesia (Oswald de Andrade) Há poesia na dor na flor no beija-flor no e...

Deixe uma resposta