A privada

Print Friendly, PDF & Email

A privada (Bertold Brecht)

É um lugar onde nos sentimos bem
Tendo acima as estrelas, abaixo os excrementos
Um lugar simplesmente maravilhoso onde
Mesmo na noite de casamento é possível estar só.
Um lugar de humildade onde você descobre com clareza
Que não passa de um homem que nada pode conservar.
Um lugar de sabedoria onde você pode preparar
A barriga para prazeres novos.

Publicações relacionadas

Para um estranho Para um estranho (Walt Whitman) Tradução de Oswaldino Marques Estranho q...
Là-Bas, Je ne sais où… Là-Bas, Je ne sais où... (Álvaro de Campos) Véspera de viagem, campainha... ...
Mágoas Mágoas (Augusto dos Anjos) Quando nasci, num mês de tantas flores, Todas mu...
Navegar é Preciso Navegar é Preciso (Fernando Pessoa) Navegadores antigos tinham uma frase glor...

Deixe uma resposta