A privada

Print Friendly, PDF & Email

A privada (Bertold Brecht)

É um lugar onde nos sentimos bem
Tendo acima as estrelas, abaixo os excrementos
Um lugar simplesmente maravilhoso onde
Mesmo na noite de casamento é possível estar só.
Um lugar de humildade onde você descobre com clareza
Que não passa de um homem que nada pode conservar.
Um lugar de sabedoria onde você pode preparar
A barriga para prazeres novos.

Publicações relacionadas

O Caixão Fantástico O Caixão Fantástico (Augusto dos Anjos) Célere ia o caixão, e, nele, inclusas...
Em sonhos… Em sonhos... (Cruz e Souza) Nos Santos óleos do luar, floria Teu ...
Antes o Vôo da Ave Antes o Voo da Ave (Alberto Caeiro) D...
A giganta A giganta (Charles Pierre Baudelaire) ...

Deixe uma resposta