A privada

Print Friendly, PDF & Email

A privada (Bertold Brecht)

É um lugar onde nos sentimos bem
Tendo acima as estrelas, abaixo os excrementos
Um lugar simplesmente maravilhoso onde
Mesmo na noite de casamento é possível estar só.
Um lugar de humildade onde você descobre com clareza
Que não passa de um homem que nada pode conservar.
Um lugar de sabedoria onde você pode preparar
A barriga para prazeres novos.

Publicações relacionadas

Há homens que lutam um dia Há homens que lutam um dia (Bertold Brecht) Há homens que lutam um dia, e são...
Cultura Cultura (Arnaldo Antunes) O girino é o peixinho do sapo. O silêncio é o come...
Um morto alegre Um morto alegre (Charles Pierre Baudelaire) ...
Andorinha Andorinha (Manuel Bandeira) Andorinha lá fora está dizendo: — "Passei o di...

Deixe uma resposta