Qualquer pano, quando está sujo

Print Friendly, PDF & Email

Qualquer pano, quando está sujo (Bertold Brecht)

Qualquer pano, quando está sujo
Fica branco, quando é lavada.
Mas olhando-o contra o sol
Vê-se logo que está manchado.

Publicações relacionadas

Arraiada Arraiada (Mário de Andrade) Manhãnzinha A italiana vem na praia do ribeirão....
Escreve-Me … Escreve-Me ... (Florbela Espanca) Escreve-me! Ainda que seja só Uma palavra,...
Debaixo do Tamarindo Debaixo do Tamarindo (Augusto dos Anjos) No tempo de meu Pai, sob estes galho...
Passei Toda a Noite Passei Toda a Noite (Alberto Caeiro) Passei toda a noite, sem dormir...

Deixe uma resposta