Currículo

Print Friendly, PDF & Email

Currículo (Mario Benedetti)

Tradução

A história é muito simples
você nasce
contempla atribulado
o vermelho azul do céu
o pássaro que emigra
o primitivo besouro
que seu sapato esmagará
valente

você sofre
reclama por comida
e por costume
por obrigação
chora limpo de culpas
extenuado
até que o sono o desmorone

você ama
se transfigura e ama
por uma eternidade tão provisória
que até o orgulho se torna terno
e o coração profético
se converte em escombros

você aprende
e usa o aprendido
para tornar-se lentamente sábio
para saber que no fim o mundo é isto
em seu melhor momento uma nostalgia
em seu pior momento um desamparo
e sempre sempre
uma confusão

então
você morre.

Publicações relacionadas

Mi Buenos Aires querido Mi Buenos Aires querido (Juan Gelman) Do livro ...
Lubricidade Lubricidade (Cruz e Souza) Quisera ser a serpe venenosa Que dá-te...
Irene no céu Irene no céu (Manuel Bandeira) Irene preta Irene boa Irene sempre de bom hu...
Soube Soube (Bertold Brecht) Soube que Nas praças dizem de mim que durmo mal Meus...

Deixe uma resposta