um bom poema

Print Friendly, PDF & Email

um bom poema (Paulo Leminski)

leva anos
cinco jogando bola,
mais cinco estudando sânscrito,
seis carregando pedra,
nove namorando a vizinha,
sete levando porrada,
quatro andando sozinho,
três mudando de cidade,
dez trocando de assunto,
uma eternidade, eu e você,
caminhando junto.

Publicações relacionadas

Quando Tornar a Vir a Primaver... Quando Tornar a Vir a Primavera (Alberto Caeiro) Quando tornar a vir a Prima...
Retrato do artista quando cois... Retrato do artista quando coisa (Manoel de Barros) A maior riqueza do homem ...
A minha Mãe A minha Mãe (Bertold Brecht) Tradu...
Natureza Íntima Natureza Íntima (Augusto dos Anjos) Ao filósofo Farias Brito Cansada de obse...

Deixe uma resposta