Máquina alguma de poupar trabalho

Print Friendly, PDF & Email

Máquina alguma de poupar trabalho (Walt Whitman)

Máquina alguma de poupar trabalho
eu fiz, nada inventei,
nem sou capaz de deixar para trás
nenhum rico donativo
para fundar hospital ou biblioteca,
reminiscência alguma
de um ato de bravura pela América,
nenhum sucesso literário ou intelectual,
nem mesmo um livro bom para as estantes
– apenas uns poucos cantos
vibrando no ar eu deixo
aos camaradas e amantes.

Publicações relacionadas

Preceito 02 Preceito 02 (Gregório de Matos) No que toca aos juramentos, de mim para m...
Poema do Milho Poema do Milho (Cora Coralina) Milho . .. Punhado plantado nos quintais. Ta...
Epitáfio Para Gorki Epitáfio Para Gorki (Bertold Brecht) Aqui jaz O enviado dos bairros da misér...
Retratos Retratos (Antonio Machado) Mi infancia son recuerdos de un patio de Sevilla...

Deixe uma resposta