Terza Rima

Print Friendly, PDF & Email

Terza Rima (Álvares de Azevedo)

É belo dentre a cinza ver ardendo
Nas mãos do fumador um bom cigarro,
Sentir o fumo em névoas recendendo,

Do cachimbo alemão no louro barro
Ver a chama vermelha estremecendo
E até… perdoem… respirar-lhe o sarro!

Porém o que há mais doce nesta vida,
O que das mágoas desvanece o luto
E dá som a uma alma empobrecida,
Palavra d’honra, és tu, ó meu charuto!

Publicações relacionadas

Dos milagres Dos milagres (Mário Quintana) O milagre não é dar vida ao corpo extinto, Ou ...
Inventario galante Inventario galante (Antonio Machado) Tus ojos me recuerdan las noches de ve...
Ai, Jesus! Ai, Jesus! (Álvares de Azevedo) Ai, Jesus! Não vês que gemo, Que desmaio de ...
Tristes sucessos, casos lastim... Tristes sucessos, casos lastimosos (Gregório de Matos) Tristes sucessos, cas...

Deixe uma resposta