Terza Rima

Print Friendly, PDF & Email

Terza Rima (Álvares de Azevedo)

É belo dentre a cinza ver ardendo
Nas mãos do fumador um bom cigarro,
Sentir o fumo em névoas recendendo,

Do cachimbo alemão no louro barro
Ver a chama vermelha estremecendo
E até… perdoem… respirar-lhe o sarro!

Porém o que há mais doce nesta vida,
O que das mágoas desvanece o luto
E dá som a uma alma empobrecida,
Palavra d’honra, és tu, ó meu charuto!

Publicações relacionadas

Passei ontem a noite junto del... Passei ontem a noite junto dela (Álvares de Azevedo) Passei ontem a noit...
Vestida de preto Vestida de preto (Mário de Andrade) Tanto andam agora preocupados em definir ...
Flor do mar Flor do mar (Augusto dos Anjos) És da origem do mar, vens do secreto, ...
O Laço de Fita O Laço de Fita (Castro Alves) Não sabes crianças? 'Stou louco de amores... ...

Deixe uma resposta