Por Que Mentias?

Print Friendly, PDF & Email

Por Que Mentias? (Álvares de Azevedo)

Por que mentias leviana e bela?
Se minha face pálida sentias
Queimada pela febre, e minha vida
Tu vias desmaiar, por que mentias?

Acordei da ilusão, a sós morrendo
Sinto na mocidade as agonias.
Por tua causa desespero e morro…
Leviana sem dó, por que mentias?

Sabe Deus se te amei! Sabem as noites
Essa dor que alentei, que tu nutrias!
Sabe esse pobre coração que treme
Que a esperança perdeu por que mentias!

Vê minha palidez- a febre lenta
Esse fogo das pálpebras sombrias…
Pousa a mão no meu peito! Eu morro! Eu morro!
Leviana sem dó, por que mentias?

Publicações relacionadas

Perfume exótico Perfume exótico (Charles Pierre Baudelaire) Tradução de Osório Dutra Quan...
Te quiero Te quiero (Mario Benedetti) Tus manos son mi caricia mis acordes cotidianos...
Guitarra Guitarra (Nicolás Guillén) Tendida en la madrugada, la firme guitarra esper...
Estou Doente Estou Doente (Alberto Caeiro) Estou doente. Meus pensamentos começam a est...

Deixe uma resposta