Que assim te afague…

Print Friendly, PDF & Email

Que assim te afague… (Johann Wofgang von Goethe)

Que assim te afague, ó meu Amor, e te ouça
A voz divina — como é possível?!
Impossível parece sempre a rosa,
O rouxinol inconcebível.

Publicações relacionadas

A dor A dor (Cruz e Souza) Torva Babel das lágrimas, dos gritos, Dos so...
Quero quero Quero quero (Manuel Bandeira) Quero a solidão dos píncaros A água da fonte e...
Canto a mim mesmo Canto a mim mesmo (Walt Whitman) ... Existo como sou, isso é o que basta: ...
Ai daqueles Ai daqueles (Paulo Leminski) Ai daqueles Que se amaram sem nenhuma briga Aq...

Deixe uma resposta