Às vezes com as pessoas a quem amo

Print Friendly, PDF & Email

Às vezes com as pessoas a quem amo (Walt Whitman)

Às vezes com as pesoas a quem amo
fico cheio de raiva
por medo de estar só eu dando amor
sem ser retribuído;
e agora eu penso que não pode haver amor
sem retribuição, que a paga é certa
de uma forma ou de outra.
(Amei certa pessoa ardentemente
e meu amor não foi correspondido,
mas foi daí que eu tirei estes cantos.)

Publicações relacionadas

Mote Mote (Gregório de Matos) De dous ff se compõe esta cidade a meu ver ...
Uma Gargalhada Uma Gargalhada (Alberto Caeiro) Uma Gargalhada de rapariga soa do ar da es...
Brisa Brisa (Manuel Bandeira) Vamos viver no Nordeste, Anarina. Deixarei aqui meu...
Que assim te afague… Que assim te afague... (Johann Wofgang von Goethe) Que assim te afague, ó meu...

Deixe uma resposta