Às vezes com as pessoas a quem amo

Print Friendly, PDF & Email

Às vezes com as pessoas a quem amo (Walt Whitman)

Às vezes com as pesoas a quem amo
fico cheio de raiva
por medo de estar só eu dando amor
sem ser retribuído;
e agora eu penso que não pode haver amor
sem retribuição, que a paga é certa
de uma forma ou de outra.
(Amei certa pessoa ardentemente
e meu amor não foi correspondido,
mas foi daí que eu tirei estes cantos.)

Publicações relacionadas

Com licença poética Com licença poética (Adélia Prado) Quando nasci um anjo esbelto, desses que ...
Encontro de rua Encontro de rua (Charles Pierre Baudelaire) Tradução de Paulo César Pimente...
Oswald morto Oswald morto (Ferreira Gullar) Enterraram ontem em São Paulo um anjo antrpó...
Parâmetro Parâmetro (Adélia Prado) Deus é mais belo que eu. E não é jovem. Isto sim, ...

Deixe uma resposta