Em meio à multidão

Print Friendly, PDF & Email

Em meio à multidão (Walt Whitman)

Em meio à multidão de homens e mulheres
dou com alguém a chamar por mim
por meio de sinais secretos e divinos:
de ninguém mais toma conhecimento
– pai, marido, mulher, irmão ou filho,
não tem parente mais chegado que eu –
há alguns que fazem confusão,
mas esse não,
esse aí me conhece.

Ah amante e perfeito semelhante,
eu bem sabia que você me encontraria
com tão débeis disfarces,
e quando eu o encontrei
percebi que também eu o reconhecia
pelo mesmo em você.

Publicações relacionadas

De la ciudad moruna De la ciudad moruna (Antonio Machado) De la ciudad moruna tras las murallas ...
Dispersão Dispersão (Mário de Sá Carneiro) Perdi-me dentro de mim Porque eu era labir...
Súplica Súplica (Florbela Espanca) Olha pra mim, amor, olha pra mim; Meus olhos anda...
Lendo Horácio Lendo Horácio (Bertold Brecht) Mesmo o diluvio Não durou eternamente. Veio ...

Deixe uma resposta