O Espelho

Print Friendly, PDF & Email

O Espelho (Alberto Caeiro)

O espelho reflecte certo; não erra porque não pensa.
Pensar é essencialmente errar.
Errar é essencialmente estar cego e surdo.

Publicações relacionadas

Confusão Confusão (Federico Garcia Lorca) (In: "Suíte dos Esp...
2º Soneto à morte de Afonsos B... 2º Soneto à morte de Afonsos Barbosa da Franca (Gregório de Matos) Alma genti...
Distâncias mínimas Distâncias mínimas (Paulo Leminski) um texto morcego se guia por ecos ...
Soledades XI Soledades XI (Antonio Machado) Yo voy soñando caminos de la tarde. ¡Las ...

Deixe uma resposta