Ontem o Pregador

Print Friendly, PDF & Email

Ontem o Pregador (Alberto Caeiro)

Ontem o pregador de verdades dele
Falou outra vez comigo.
Falou do sofrimento das classes que trabalham
(Não do das pessoas que sofrem, que é afinal quem sofre).
Falou da injustiça de uns terem dinheiro,
E de outros terem fome, que não sei se é fome de comer.
Ou se é só fome da sobremesa alheia.
Falou de tudo quanto pudesse faze-lo zangar-se.

Publicações relacionadas

Leituras machadianas Leituras machadianas(Machado de Assis) ...
Afetos Afetos (Augusto dos Anjos) Bendito o amor que infiltra n’alma o enleio E san...
Arte de Amar Arte de Amar (Thiago de Mello Não faço poemas como quem chora, nem faço ver...
A invenção de um modo A invenção de um modo (Adélia Prado) Entre paciência e fama quero as duas, ...

Deixe uma resposta