Pranto para comover Jonathan

Print Friendly, PDF & Email

Pranto para comover Jonathan (Adélia Prado)

Os diamantes são indestrutíveis?
Mais é meu amor.
O mar é imenso?
Meu amor é maior,
mais belo sem ornamentos
do que um campo de flores.
Mais triste do que a morte,
mais desesperançado
do que a onda batendo no rochedo,
mais tenaz que o rochedo.
Ama e nem sabe mais o que ama.

Publicações relacionadas

Outros Outros (Oscar Wilde) "uma coisa não se torna necessariamente verdadeira por a...
Nunca Sei Nunca Sei (Alberto Caeiro) Nunca sei como é que se pode achar um poente tr...
Canto da estrada real – ... Canto da estrada real - 05 (Walt Whitman) Traduçã...
Intimidade Intimidade (Mario Benedetti) Tradução Sonhamos juntos juntos despertamos ...

Deixe uma resposta