Canto de regresso à patria

Print Friendly, PDF & Email

Canto de regresso à patria (Oswald de Andrade)

Minha terra tem palmares
Onde gorjeia o mar
Os pássaros daqui
Não cantam como os de lá
Minha terra tem mais rosas
E quase que mais amores
Minha terra tem mais ouro
Minha terra tem mais terra

Ouro terra amor e rosas
Eu quero tudo de lá
Não permita Deus que eu morra
Sem que volte para lá
Não permita Deus que eu morra
Sem que volte para São Paulo
Sem que veja a Rua 15
E o progresso de São Paulo

Publicações relacionadas

Vice versa Vice versa (Mario Benedetti) Tenho medo de ver-te necessidade de ver-te esp...
Primeiros Conselhos do Outono Primeiros Conselhos do Outono (Antero de Quental) Ouve tu, meu cansado coraca...
Sabete aquí Sabete aquí (Mario Benedetti) Podés querer el alba cuando quieras he cons...
Eu sou trezentos Eu sou trezentos (Mário de Andrade) Eu sou trezentos, sou trezentos-e-cincoen...

Deixe uma resposta