Canto de regresso à patria

Print Friendly, PDF & Email

Canto de regresso à patria (Oswald de Andrade)

Minha terra tem palmares
Onde gorjeia o mar
Os pássaros daqui
Não cantam como os de lá
Minha terra tem mais rosas
E quase que mais amores
Minha terra tem mais ouro
Minha terra tem mais terra

Ouro terra amor e rosas
Eu quero tudo de lá
Não permita Deus que eu morra
Sem que volte para lá
Não permita Deus que eu morra
Sem que volte para São Paulo
Sem que veja a Rua 15
E o progresso de São Paulo

Publicações relacionadas

Clamo Clamo (Vladmir Maiakowski) Tradução de E. Carrera...
Tratado geral das grandezas do... Tratado geral das grandezas do ínfimo (Manoel de Barros) A poesia está guarda...
Há poesia Há poesia (Oswald de Andrade) Há poesia na dor na flor no beija-flor no e...
O cônego Filipe O cônego Filipe (Álvares de Azevedo) O cônego Filipe! Ó nome eterno! Cinzas...

Deixe uma resposta