Brisa

Print Friendly, PDF & Email

Brisa (Manuel Bandeira)

Vamos viver no Nordeste, Anarina.
Deixarei aqui meus amigos, meus livros, minhas riquezas, minha vergonha.
Deixarás aqui tua filha, tua avó, teu marido, teu amante.
Aqui faz muito calor.
No Nordeste faz calor também.
Mas lá tem brisa:
Vamos viver de brisa, Anarina.

Publicações relacionadas

Nada me demove Nada me demove (Paulo Leminski) nada me demove ainda vou ser o pai dos ...
Pensar em Deus Pensar em Deus (Alberto Caeiro) De O ...
Versos de um coveiro Versos de um coveiro (Augusto dos Anjos) Numerar sepulturas e carneiros, Red...
O Amor é uma Companhia O Amor é uma Companhia (Alberto Caeiro) O amor é uma companhia. ...

Deixe uma resposta