Coração Couraça

Print Friendly, PDF & Email

Coração Couraça (Mario Benedetti)

Do livro “Noção de Pátria”
Tradução de Julio Luís Gehlen

Porque tenho a você e não
porque penso em você
porque a noite está de olhos abertos
porque a noite passa e digo amor
porque você veio recolher sua imagem
e é melhor que todas as suas imagens
porque é linda do pé até a alma
porque é boa da alma a mim
porque se esconde doce no orgulho
pequena e doce
coração couraça

porque é minha
porque não é minha
porque olho você e morro
e pior que morro
se não lhe olho amor
se não lhe olho

porque você sempre existe onde quer
mas existe melhor onde quero
porque sua boca é sangue
e você tem frio
tenho que lhe amar amor
tenho que lhe amar
mesmo que lhe procure e não lhe encontre
e ainda que
a noite passe e eu lhe tenha
e não

Publicações relacionadas

Quando a Erva Crescer Quando a Erva Crescer (Alberto Caeiro) Quando a erva crescer em cima da minh...
Ao Luar Ao Luar (Augusto dos Anjos) Quando, à noite, o Infinito se levanta A luz do ...
Confesso eu sou poeta Confesso eu sou poeta (Paulo Leminski) parem eu confesso sou poeta ca...
La Saeta La Saeta (Antonio Machado) ¿Quién me presta una escalera, (Quem me empres...

Deixe uma resposta