Expectativas

Print Friendly, PDF & Email

Expectativas (Mario Benedetti)

Do livro “Perguntas ao acaso”
Tradução de Julio Luís Gehlen

Agora tenho data
as perguntas e dúvidas convocadas
são formas de nascer no nascido

tenho ficado em suspense
espero tudo e já não espero nada

sei que não sou o mesmo
e quando enfim se abra a muralha
a primeira lembrança antrará lentamente
com cuidado infinito e com uma bengala branca

Publicações relacionadas

A carniça A carniça (Charles Pierre Baudelaire) Tradução de Álvaro Reis Lembras-te...
O pressentimento O pressentimento (Federico Garcia Lorca) (10 de ...
Fundación mítica de Buenos Air... Fundación mítica de Buenos Aires (Jorge Luis Borges) ¿Y fue por este río de s...
A maior Tortura A maior Tortura (Florbela Espanca) A um grande poeta de Portugal Na vid...

Deixe uma resposta