Anunciação sem oxalá

Print Friendly, PDF & Email

Anunciação sem oxalá (Mario Benedetti)

Do livro “Queimar as naves”
Tradução de Julio Luís Gehlen

Te anuncio terra virgem que parirás felicidade

depois de ressecar-se dividida e de absorver até a última
gota de sangue como adubo inesperado
depois de afundar-te sulco abrir-te tumba e cumprir a sagrada
missão de consternar-se os entardeceres
depois do aguaceiro radioativo e a baba limpa de deus

terravirgem
parirás felicidade

e não haverá ninguém para recolhê-la.

Publicações relacionadas

Dia Dia (Adélia Prado) As galinhas com susto abrem o bico e param daquele jeito ...
La Saeta La Saeta (Antonio Machado) ¿Quién me presta una escalera, (Quem me empres...
Um paiá de Monai, bonzo bramá... Um paiá de Monai, bonzo bramá (Gregório de Matos) Um paiá de Monai, bonzo bra...
Maria Maria (Antero de Quental) Tenho cantado esperancas... Tenho falado d'amores...

Deixe uma resposta