A Criança

Print Friendly, PDF & Email

A Criança (Alberto Caeiro)

A criança que pensa em fadas e acredita nas fadas
Age como um deus doente, mas como um deus.
Porque embora afirme que existe o que não existe
Sabe como é que as cousas existem, que é existindo,
Sabe que existir existe e não se explica,
Sabe que não há razão nenhuma para nada existir,
Sabe que ser é estar em um ponto
Só não sabe que o pensamento não é um ponto qualquer.

Publicações relacionadas

Toada sem alcool Toada sem alcool (Mário de Andrade) ... Ninguém sabe da solitude Que enche ...
Azul sobre amarelo, maravilha ... Azul sobre amarelo, maravilha e roxo (Adélia Prado) Desejo, como quem sente f...
O Luar O Luar (Alberto Caeiro) De O Guarda...
Caminho da Glória Caminho da Glória (Cruz e Souza) Este caminho é cor de rosa e é de ouro, Est...

Deixe uma resposta