O Suicida

Print Friendly, PDF & Email

O Suicida (Jorge Luis Borges)

Tradução

Não restará na noite uma estrela.
Não restará a noite.
Morrerei e comigo a soma
Do intolerável universo.
Apagarei a acumulação do passado.
Farei pó a história, pó e pó.
Estou olhando o último poente.
Ouço o último pássaro.
Deixo nada para ninguém.

Publicações relacionadas

Propriedade do perdido Propriedade do perdido (Mario Benedetti) Do ...
Murmúrio Murmúrio (Cecília Meireles) Traze-me um pouco das sombras serenas que as nu...
Sou meu hóspede Sou meu hóspede (Mario Benedetti) Do livro "...
Visio Visio (Machado de Assis) Eras pálida. E os cabelos, Aéreos, soltos novel...

Deixe uma resposta