O Suicida

Print Friendly, PDF & Email

O Suicida (Jorge Luis Borges)

Tradução

Não restará na noite uma estrela.
Não restará a noite.
Morrerei e comigo a soma
Do intolerável universo.
Apagarei a acumulação do passado.
Farei pó a história, pó e pó.
Estou olhando o último poente.
Ouço o último pássaro.
Deixo nada para ninguém.

Publicações relacionadas

A plenos pulmões A plenos pulmões (Vladmir Maiakowski) Tradução ...
O poema de um louco O poema de um louco (Álvares de Azevedo) Fragmento de "O Conde Lopo" There...
Passa uma Borboleta Passa uma Borboleta (Alberto Caeiro) ...
Para um estranho Para um estranho (Walt Whitman) Tradução de Oswaldino Marques Estranho q...

Deixe uma resposta