O Suicida

Print Friendly, PDF & Email

O Suicida (Jorge Luis Borges)

Tradução

Não restará na noite uma estrela.
Não restará a noite.
Morrerei e comigo a soma
Do intolerável universo.
Apagarei a acumulação do passado.
Farei pó a história, pó e pó.
Estou olhando o último poente.
Ouço o último pássaro.
Deixo nada para ninguém.

Publicações relacionadas

Refletindo sobre o inferno Refletindo sobre o inferno (Bertold Brecht) Refletindo, ouço dizer, sobre o i...
Estas Verdades Estas Verdades (Alberto Caeiro) Estas verdades não são perfeitas porque são...
Cultivo una rosa blanca Cultivo una rosa blanca (José Martí) De Versos Sencillos...
Monólogo de uma Senhora Monólogo de uma Senhora (Augusto dos Anjos) A Morte me livrou da contingência...

Deixe uma resposta