Eu, eu mesmo…

Print Friendly, PDF & Email

Eu, eu mesmo… (Álvaro de Campos)

Eu, eu mesmo…
Eu, cheio de todos os cansaços
Quantos o mundo pode dar. –
Eu…
Afinal tudo, porque tudo é eu,
E até as estrelas, ao que parece,
Me saíram da algibeira para deslumbrar crianças…
Que crianças não sei…
Eu…
Imperfeito ? Incógnito ? Divino ?
Não sei…
Eu…
Tive um passado ? Sem dúvida…
Tenho um presente ? Sem dúvida…
Terei um futuro ? Sem dúvida…
A vida que pare de aqui a pouco…
Mas eu, eu…
Eu sou eu,
Eu fico eu,
Eu…

Publicações relacionadas

Quase Quase (Mário de Sá Carneiro) Um pouco mais de sol - eu era brasa, Um pouco m...
De la ciudad moruna De la ciudad moruna (Antonio Machado) De la ciudad moruna tras las murallas ...
Digo que não sou um homem puro... Digo que não sou um homem puro (Nicolás Guillén) ...
A gleba me transfigura A gleba me transfigura (Cora Coralina) Sinto que sou abelha no seu artesanato...

Deixe uma resposta