Passa uma Borboleta

Print Friendly, PDF & Email

Passa uma Borboleta (Alberto Caeiro)

De O Guardador de Rebanhos

Passa uma borboleta por diante de mim
E pela primeira vez no Universo eu reparo
Que as borboletas não têm cor nem movimento,
Assim como as flores não têm perfume nem cor.
A cor é que tem cor nas asas da borboleta,
No movimento da borboleta o movimento é que se move,
O perfume é que tem perfume no perfume da flor.
A borboleta é apenas borboleta
E a flor é apenas flor.

Publicações relacionadas

De profundis clamavi De profundis clamavi (Charles Pierre Baudelaire) ...
O cântico da terra O cântico da terra (Cora Coralina) Eu sou a terra, eu sou a vida. Do meu bar...
Façamos um trato Façamos um trato (Mario Benedetti) Tradução Companheira você sabe que po...
Galo Galo Galo Galo (Ferreira Gullar) O galo no salão quieto. Galo galo de ala...

Deixe uma resposta