Se Quiserem que Eu Tenha um Misticismo

Print Friendly, PDF & Email

Se Quiserem que Eu Tenha um Misticismo (Alberto Caeiro)

De O Guardador de Rebanhos

Se quiserem que eu tenha um misticismo, está bem, tenho-o.
Sou místico, mas só com o corpo.
A minha alma é simples e não pensa.
O meu misticismo é não querer saber.
É viver e não pensar nisso.

Não sei o que é a Natureza: canto-a.
Vivo no cimo dum outeiro
Numa casa caiada e sozinha,
E essa é a minha definição.

Publicações relacionadas

O grande Momento O grande Momento (Cruz e Souza) Inicia-te, enfim, Alma imprevista, Entra no ...
Cotidiana 1 Cotidiana 1 (Mario Benedetti) Do livro "Inve...
A vida escolástica A vida escolástica (Gregório de Matos) Mancebo sem dinheiro, bom barrete Med...
Ocorrência Ocorrência (Ferreira Gullar) Aí o homem sério entrou e disse: bom dia Aí o ...

Deixe uma resposta