Paisagem

Print Friendly, PDF & Email

Paisagem (Oswald de Andrade)

Na atmosfera violeta
A madrugada desbota
Uma pirâmide quebra o horizonte
Torres espirram do chão ainda escuro
Pontes trazem nos pulsos rios bramindo
Entre fogos
Tudo novo se desencapotando.

Publicações relacionadas

Os Peitos Os Peitos (Arnaldo Antunes) Mulheres têm dois peitos. Os homens têm ...
Solidões Solidões (Mario Benedetti) Tradução Eles tem razão essa felicidade ao me...
Rosário Rosário (Vinicius de Moraes E eu que era um menino puro Não fui perder minha...
Aceitarás o amor como eu o enc... Aceitarás o amor como eu o encaro ?... (Mário de Andrade) Aceitarás o amor co...

Deixe uma resposta