Paisagem

Print Friendly, PDF & Email

Paisagem (Oswald de Andrade)

Na atmosfera violeta
A madrugada desbota
Uma pirâmide quebra o horizonte
Torres espirram do chão ainda escuro
Pontes trazem nos pulsos rios bramindo
Entre fogos
Tudo novo se desencapotando.

Publicações relacionadas

Alegria Alegria (Arnaldo Antunes) eu vou te dar alegria eu vou parar de chorar eu...
O Oceano O Oceano (George Gordon Byron) (Tradução de Castro Alves) Rola, Oceano pro...
Antífona Antífona (Cruz e Souza) Ó Formas alvas, brancas, Formas claras De luares, de...
Para un príncipe enano Para un príncipe enano (José Martí) Para un príncipe enano !Venga mi caballer...

Deixe uma resposta