Carta ao Acaso

Print Friendly, PDF & Email

Carta ao Acaso (Paulo Leminski)

a carta do baralho
grande gilete
corta sem barulho
o olho do valete
o rei a fio de espada
a água e a farinha
uma só passada
a espada na rainha.

Publicações relacionadas

Dizes-me Dizes-me (Alberto Caeiro) Dizes-me: tu és mais alguma cousa Que uma p...
Flor da mocidade Flor da mocidade(Machado de Assis) Eu conheço a mais bela flor; És tu, ros...
Garoto Garoto (Vladmir Maiakowski) Tradução de E. Carrer...
En la lucha de clases En la lucha de clases (Paulo Leminski) en la lucha de clases todas las ar...

Deixe uma resposta