Para a liberdade e luta

Print Friendly, PDF & Email

Para a liberdade e luta (Paulo Leminski)

me enterrem com os trotskistas
na cova comum dos idealistas
onde jazem aqueles
que o poder não corrompeu

me enterrem com meu coração
na beira do rio
onde o joelho ferido
tocou a pedra da paixão.

Publicações relacionadas

Louvor a Unidade Louvor a Unidade (Augusto dos Anjos) Escafandros, arpões, sondas e agulhas D...
A um mártir A um mártir (Augusto dos Anjos) Alma em cilício, vem, enrista a clava, Brand...
Anelo Anelo (Johann Wofgang von Goethe) Tradução de Manuel Bandeira Só aos sáb...
Balada Balada (Florbela Espanca) Amei-te muito, e eu creio que me quiseste Também p...

Deixe uma resposta