não creio

Print Friendly, PDF & Email

não creio (Paulo Leminski)

do livro “Caprichos e Relaxos.”

que fosse maior
a dor de dante
que a dor
que este dente
de agora em diante
sente

não creio
que joyce
visse mais numa palavra
mais do que fosse
que nesta pasárgada
ora foi-se

tampouco creio
que mallarmé
visse mais
que esse olho
nesse espelho
agora
nunca
me vê.

Publicações relacionadas

Oceano Nox Oceano Nox (Antero de Quental) Junto do mar, que erguia gravemente A trágica...
A Ideia A Ideia (Augusto dos Anjos) De onde ela vem?! De que matéria bruta Vem essa ...
Confusão do festejo do entrudo... Confusão do festejo do entrudo (Gregório de Matos) Filhós, fatias, sonhos, ma...
Se Depois de Eu Morrer Se Depois de Eu Morrer (Alberto Caeiro) Se depois de eu morrer, quiserem es...

Deixe uma resposta