Das coisas

Print Friendly, PDF & Email

Das coisas (Paulo Leminski)

que eu fiz a metro
todos saberão
quantos quilômetros
são

aquelas
em centímetros
sentimentos mínimos
ímpetos infinitos
não?

Publicações relacionadas

Quando eu Quando eu (Alberto Caeiro) Quando eu não te tinha Amava a Natureza como um ...
Mulata Mulata (Nicolás Guillén) De Motivos de Son Ya yo ...
Tristezas da lua Tristezas da lua (Charles Pierre Baudelaire) Tradução de Martins Fontes ...
Monólogo de uma Sombra Monólogo de uma Sombra (Augusto dos Anjos) Sou uma Sombra! Venho de outras er...

Deixe uma resposta