Das coisas

Print Friendly, PDF & Email

Das coisas (Paulo Leminski)

que eu fiz a metro
todos saberão
quantos quilômetros
são

aquelas
em centímetros
sentimentos mínimos
ímpetos infinitos
não?

Publicações relacionadas

Minha Finalidade Minha Finalidade (Augusto dos Anjos) Turbilhão teleológico incoercível, Que ...
A donzela e o fantasma –... A donzela e o fantasma - III (Oscar Wilde) CAPÍTULO III Na manhã seguinte, d...
Canciones a Guiomar Canciones a Guiomar (Antonio Machado) I No sabía si era un limón amaril...
Trindade Trindade (Álvares de Azevedo) A vida é uma planta misteriosa Cheia d’espinho...

Deixe uma resposta