Neologismo

Print Friendly, PDF & Email

Neologismo (Manuel Bandeira)

Beijo pouco, falo menos ainda.
Mas invento palavras
Que traduzem a ternura mais funda
E mais cotidiana.
Inventei, por exemplo, o verbo teadorar.
Intransitivo:
Teadoro, Teodora.

Publicações relacionadas

Canto de Onipotência Canto de Onipotência (Augusto dos Anjos) Cloto, Átropos, Tifon, Laquesis, Siv...
Adiamento Adiamento (Álvaro de Campos) Depois de amanhã, sim, só depois de amanhã... ...
Módulo de verão Módulo de verão (Adélia Prado) As cigarras começaram de novo, brutas e brutas...
A balada do cárcere de Reading... A balada do cárcere de Reading (Oscar Wilde) Ele não trajava a sua túnica esc...

Deixe uma resposta