Diferente

Print Friendly, PDF & Email

Diferente (Arnaldo Antunes)

tá tudo tão diferente
eles são tão parecidos mas não como nós
eles falam outra língua pela nossa voz
eles são tão bonitos
mas não são como a gente
eles vêm de muito antes que nossos avós
eles fazem companhia mas estamos sós
tá tudo tão diferente
eles são de carne e osso mas não têm suor
eles tem os olhos grandes para ver melhor
eles têm a boca grande

Publicações relacionadas

Antes do nome Antes do nome (Adélia Prado) Não me importa a palavra, esta corriqueira. Qu...
Razão de ser Razão de ser (Paulo Leminski) Escrevo. E pronto. Escrevo porque preciso. ...
Braços Braços (Cruz e Souza) Braços nervosos, brancas opulências, Brumai...
Coito Coito (Ferreira Gullar) Todos os movimentos do amor são noturn...

Deixe uma resposta