Alegria

Print Friendly, PDF & Email

Alegria (Arnaldo Antunes)

eu vou te dar alegria
eu vou parar de chorar
eu vou raiar um novo dia
eu vou sair do fundo do mar
eu vou sair da beira do abismo
e dançar e dançar e dançar
a tristeza é uma forma de egoísmo
eu vou te dar eu vou te dar eu vou

hoje tem goiabada
hoje tem marmelada
hoje tem palhaçada
o circo chegou

hoje tem batucada
hoje tem gargalhada
riso e risada
do meu amor

Publicações relacionadas

Serpentes de cabelos Serpentes de cabelos (Augusto dos Anjos) A tua trança negra e desmanchad...
A alma do vinho A alma do vinho (Charles Pierre Baudelaire) ...
Dilacerações Dilacerações (Cruz e Souza) Ó carnes que eu amei sangrentamente, ...
Ricardo Reis Ricardo Reis (1914-1935) POEMAS PUBLICADOS BIOGRAFIA: Um ...

Deixe uma resposta