Confusão

Print Friendly, PDF & Email

Confusão (Federico Garcia Lorca)

(In: “Suíte dos Espelhos”)

Meu coração
é teu coração?
Quem me reflete pensamentos?
Quem me empresta
esta paixão
sem raízes?
Por que muda meu traje
de cores?
Tudo é encruzilhada!
Por que vês no céu
tanta estrela?
Irmão, és tu
ou sou eu?
E estas mãos tão frias
são daquele?
Vejo-me pelos ocasos,
e um formigueiro de gente
anda por meu coração.

Publicações relacionadas

Seu espelho é um sagaz Seu espelho é um sagaz (Mario Benedetti) Do ...
Dos milagres Dos milagres (Mário Quintana) O milagre não é dar vida ao corpo extinto, Ou ...
Qualquer pano, quando está suj... Qualquer pano, quando está sujo (Bertold Brecht) Qualquer pano, quando está s...
O Laço de Fita O Laço de Fita (Castro Alves) Não sabes crianças? 'Stou louco de amores... ...

Deixe uma resposta