Confusão

Print Friendly, PDF & Email

Confusão (Federico Garcia Lorca)

(In: “Suíte dos Espelhos”)

Meu coração
é teu coração?
Quem me reflete pensamentos?
Quem me empresta
esta paixão
sem raízes?
Por que muda meu traje
de cores?
Tudo é encruzilhada!
Por que vês no céu
tanta estrela?
Irmão, és tu
ou sou eu?
E estas mãos tão frias
são daquele?
Vejo-me pelos ocasos,
e um formigueiro de gente
anda por meu coração.

Publicações relacionadas

El mañana efímero El mañana efímero (Antonio Machado) A Roberto Castrovido La España de ...
Diferente Diferente (Arnaldo Antunes) tá tudo tão diferente eles são tão parecidos mas...
O Poeta do Hediondo O Poeta do Hediondo (Augusto dos Anjos) Tinha no olhar cetíneo, aveludado, A...
Muerte y juicio Muerte y juicio (Rafael Alberti) 1 (MUERTE) ...

Deixe uma resposta