Confusão

Print Friendly, PDF & Email

Confusão (Federico Garcia Lorca)

(In: “Suíte dos Espelhos”)

Meu coração
é teu coração?
Quem me reflete pensamentos?
Quem me empresta
esta paixão
sem raízes?
Por que muda meu traje
de cores?
Tudo é encruzilhada!
Por que vês no céu
tanta estrela?
Irmão, és tu
ou sou eu?
E estas mãos tão frias
são daquele?
Vejo-me pelos ocasos,
e um formigueiro de gente
anda por meu coração.

Publicações relacionadas

Canto negro Canto negro (Nicolás Guillén) De Sóngoro cosongo ...
Tristeza do Império Tristeza do Império (Carlos Drummond de Andrade) Os conselheiros angustiados ...
El puñal El puñal (Jorge Luis Borges) En un cajón hay un puñal. Fue forjado en Toled...
Depois da Orgia Depois da Orgia (Augusto dos Anjos) O prazer que na orgia a hetaíra goza Pro...

Deixe uma resposta