Estado de ânimo

Print Friendly, PDF & Email

Estado de ânimo (Mario Benedetti)

Tradução

As vezes me sinto
como uma águia no ar
(de uma canção de Pablo Milanês)
outras vezes me sinto
como pobre colina
e outras como montanha
de picos repetidos
Algumas vezes me sinto
como um escarpado
e em outras como um céu
azul mais longe
as vezes sou
manancial entre pedras
e outras vezes uma árvore
com as últimas folhas
mas hoje me sinto apenas
como lagoa insone
como um porto
já sem embarcações
uma lagoa verde
imóvel e paciente
conformada com suas algas
seus musgos e seus peixes
sereno em minha confiança
acreditando que em uma tarde
te aproximes e te olhes
te olhes ao olhar-me.

Publicações relacionadas

Espelho Espelho (Mário Quintana) Por acaso, surpreendo-me no espelho: Quem é esse qu...
Já me matei faz muito tempo Já me matei faz muito tempo (Paulo Leminski) já me matei faz muito tempo ...
Flor do mar Flor do mar (Augusto dos Anjos) És da origem do mar, vens do secreto, ...
Das coisas Das coisas (Paulo Leminski) que eu fiz a metro todos saberão quantos quilôm...

Deixe uma resposta